5 de set de 2012

Resenha: A Canção da Espada - Bernard Cornwell


Título: A Canção da Espada
Original: Sword Song
Série: Crônicas Saxônicas/Saxon Stories #04
Autor: Bernard Cornwell
Páginas: 350
Editora: Record


Sinopse: O quarto volume das Crônicas Saxônicas dá prosseguimento à saga de Uhtred, o guerreiro saxão relutante em se aliar a Alfredo, o Grande. Neste livro, ambientado cinco anos após os acontecimentos narrados em Os Senhores do Norte, o leitor é testemunha de como o exército de Alfredo expulsa os dinamarqueses de Londres. O reino de Wessex resistiu aos inúmeros e violentos ataques dos vikings. Agora, com Uhtred na liderança, os saxões do oeste dão início à campanha que culminará na fundação de um novo reino chamado Inglaterra.

Após ver a sua rixa com Kjartan chegar ao fim, Uhtred acha que poderá retomar Bebbanburg do controle de seu tio traidor. Isso acontece nesse livro? Mas é claro que NÃO! O autor Bernard Cornwell sempre nos reserva muitas surpresas e desta vez não foi diferente. Cinco anos se passaram desde a batalha em Dunholm e nosso protagonista é levado à Londres, onde os dinamarqueses, agora comandados pelos irmãos Erik e Sigefrid Thurgilson, ameaçam invadir toda Wessex.

"... E enquanto houver um reino nesta ilha varrida pelo vento, haverá guerra. Portanto não podemos nos encolher para longe da guerra. Não podemos nos esconder de sua crueldade, de seu sangue, do fedor, da malignidade ou do júbilo, porque a guerra virá para nós, desejemos ou não. Guerra é destino, e o destino é inexorável."

Qual é o poder de um juramento? Antigamente, um homem que quebrasse um juramento era visto como um traidor da pior espécie, pois a vida é feita de juramentos, ainda mais com guerreiros como Uhtred, que agora tem 2 filhos e um juramento a Alfredo. Como vocês já viram nos outros livros, nenhuma fortaleza (cidade) é impossível de ser tomada, e dessa vez Uhtred terá que se desdobrar em dois para livar a cidade do controle dinamarquês.

"... Toquei Bafo de Serpente de novo e me pareceu que ela teve um tremor. Algumas vezes eu achava que a espada cantava. Era um canto fino, apenas entreouvido, um som penetrante, a canção da espada que desejava sangue; a canção da espada."
Confesso que estou chegando ao ponto de considerar As Crônicas Saxônicas a melhor série que eu já li em toda a minha vida. Os livros são ótimos e só melhoram conforme o tempo passa. Dessa vez, a revisão do texto foi mais minuciosa e eu encontrei bem menos erros de ortografia do que nos anteriores. Era muito comum achar uma letra faltando, uma palavra meio apagada, mas agora a revisão está praticamente impecável.

No 4º livro da série, encontramos até mesmo uma pitada de romance entre dois jovens apaixonados, mas não irei contar quem são eles para vocês ficarem com aquela imensa vontade de saber mais. Também não posso esquecer de falar que, a partir desse livro, Alfredo tem em mente a criação de um novo reino: a Inglaterra que conhecemos hoje.

"... Um país é a sua história, bispo; a soma de todas as suas histórias. Somos o que nossos pais fizeram de nós, suas vitórias nos deram o que temos."

Pontos fortes: aah, a guerra. O autor conseguiu me transportar para o campo de batalha como nenhum outro jamais fez. É de se arrepiar...
Pontos fracos: não gosta de batalhas? Não gosta de reviravoltas? Então fique longe de Bernard Cornwell e Uhtred, pois você verá muito sangue e, principalmente, palavrões.


Avaliação final: 5/5

As Crônicas Saxônicas:

1º livro - O Último Reino
2º livro - O Cavaleiro da Morte
3º livro - Os Senhores do Norte
4º livro - A Canção da Espada
5º livro - Terra em Chamas
6º livro - Morte dos Reis
7º livro - O Guerreiro Pagão
8º livro - O Trono Vazio
9º livro - Warriors of the Storm
10º livro - Ainda sem nome
...

10 comentários:

  1. Gostei muito do blog, principalmente das resenhas de Jogos Vorazes. Parabéns pelo blog!!! Seguindo :)

    Abraço!
    http://zonadaleitura-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, Elder. Aproveita e participa da promoção do Guia do Tributo. É um excelente adicional para a trilogia ;)

      Abraços.

      Excluir
  2. Eu tenho muita vontade de ler os livros desse autor,eles me parecem ser interessantes.Gostei demais do seu post.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros do Bernard são muito bons, Bruno. Fico muito feliz que vários leitores estão gostando do post!

      Abraços.

      Excluir
  3. Não vejo a hora de começar a ler logo essa série.

    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começa logo, Rubens. Tu não vais se arrepender!

      Obrigado por comentar.

      Excluir
  4. Na primeira vez que vi esse livro, achei um pouco tosco, mas não se pode julgar nada nessa vida sem antes saber do que se trata.
    Percebi pela sua resenha que o livro te levou pra guerra, são poucos os autores que conseguem fazer isso.

    http://somos-adolecentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já a minha reação foi totalmente contrária à sua, Elaine: eu tinha certeza de que esse livro iria ser bom. E realmente me senti como se estivesse na própria guerra...

      Abraços.

      Excluir
  5. Caraca ta gostando mesmo do Bernard.. eu estou ficcionado em harlan e vc no Bernard..

    bom feriadoo Vagner. amanha passa la no blog vai começar a promo nova

    abraço


    Me visita?
    Guilherme Kunz
    www.tematoa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos 2 eternos viciados nesses autores! AHEUHEAUHEAHEUAHEA
      Pode deixar que eu vou passar lá pra participar da promoção.

      Abração e bom feriado!

      Excluir

Em breve, sua opinião será lida e respondida. Obrigado por comentar no Desbravando Livros!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...