20 de dez de 2012

RESENHA: CÍRCULOS DE CHUVA - RAPHAEL DRACCON

Sinopse: Dois irmãos sobreviventes a uma ligação com antigos laços de magia negra descobrem que laços dessa natureza não se rompem tão facilmente e cobram partes da alma como preço. Uma sociedade secreta renascida com um exército de órfãos resolve seguir em frente em um plano com tudo para dar errado em busca do maior tesouro já enterrado, sem saber o quanto isso pode mudar a humanidade. O último príncipe de Arzallum viaja para um casamento forçado em uma terra que ele nem mesmo sabe se é possível existir, disposto a realizar um feito que ele não sabe se é possível realizar. Uma adolescente desperta em iniciações espirituais descobre-se uma mediadora com forças além do imaginário. E um menino de cinco anos escala uma maldita árvore que o leva aos Reinos Superiores, ferindo tratados políticos e dando início à Primeira Guerra Mundial de Nova Ether.

A guerra se aproxima e nada pode mudar isso. Resta procurar o maior número possível de aliados e torcer para que o inimigo não consiga fazer o mesmo. Essa é uma das tramas principais (se não a principal) do terceiro livro da trilogia Dragões de Éter e você acompanhará o desenrolar dela ao longo de todo o livro.

Apesar de ser um pouco chato do início até a metade do livro, Círculos de Chuva mesmo assim consegue prender a nossa atenção com as diversas tramas existentes. O personagem Axel, após vencer Radamisto, o gigante branco de Minotaurus, no torneio de pugilismo (Punho de Ferro) e ser consagrado como um herói de Arzallum, precisa dar adeus à sua amada Maria e ir ao encontro de sua noiva prometida (uma longa história que começou ainda no tempo de Primo Branford).


  "Cada lágrima que você derrama é um círculo que se abre ou se fecha dentro de você. E, sejam vidas criadas por semideuses, sejam semideuses criados por forças maiores, cada lágrima derramada é preciosa, pois as alegrias nos dão sentido, mas são as cicatrizes que nos tornam mais fortes."

Já João Hanson, após perder o pai e quase perder a própria vida em um duelo mortal, começa o seu treinamento para se tornar um cavaleiro no futuro. Muita dor e surpresas o aguardam em sua trajetória...

Também não posso me esquecer de falar que o autor continua trazendo contos infantis para a sua narrativa. Dessa vez, Peter Pan e sua turma são lembrados, além do autor fazer uma referência à Sinbad, o maior pirata dos mares de todos os tempos, segundo dizem algumas lendas.

E o melhor fica para o fim: a temida Primeira Guerra Mundial de Nova Ether. São tantas reviravoltas e novas formas de se ver uma batalha que o leitor é praticamente seduzido pelas descrições dos momentos de tensão vividos entre os combatentes:

  "Bradamante, à frente, jogava a espada de uma mão a outra como que zombando e o desafiando a tomar sua espada. Por baixo do elmo fechado, os olhos da capitã, mais uma vez, mantinham-se arregalados e em desespero, diante da adrenalina de uma pessoa que sabe estar na linha entre a morte violenta e a glória eterna. Sem contar o coração batendo com tanta violência, que parecia socar o peitoral."

Ah, o clímax! Aquela sensação de dever cumprido e a certeza de que você fez uma excelente leitura. Esses são alguns dos meus sentimentos ao terminar de ler a trilogia e depositar o livro novamente em minha estante. O ciclo realmente se fechou e a saga terminou. Resumindo: recomendo bastante esse livro!

Pontos fortes: o final é muito bom e realmente fecha o ciclo dessa trilogia.
Pontos fracos: a narrativa é um pouco "sem graça" até a metade do livro. Mas depois o bicho pega fogo, literalmente!

Avaliação:

Dragões de Éter:

1º livro - Caçadores de Bruxas
2º livro - Corações de Neve
3º livro - Círculos de Chuva

8 comentários:

  1. Melhora drásticamente igual Corações de Neve?
    Para! Eu amei Corações de Neve.
    Mas esse tá chatinho ainda, tipo pág 169.
    Agora qe vou correr então pra chegar na parte que valha a pena *o*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro não é melhor que Corações de Neve, Mireely, mas o final é muito bom e vale a pena continuar a leitura.
      Corre que ainda dá tempo! rsrs

      Excluir
  2. Passando para uma visita e desejar um Feliz Natal.

    http://www.cchamun.blogspot.com.br/
    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e um Feliz Natal e Próspero Ano Novo para você, Claudio!

      Excluir
  3. Já li os dois primeiros livros e estou doida para ler esse. Não sei porque ainda não o li... Vai entender!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia logo, Laura!

      Nada melhor do que aproveitar as férias do que ler um bom livro...

      Excluir
  4. Guerras Mundias? Adoro (somente nos livros). *-*
    Não vejo a hora de ter essa trilogia p/ m deliciar nesse mundo fantastico.
    As vezes os autores não conseguem escrever mesmo bem quando se trata de um livro q o foco é uma guerra. Mas quando eles finalmente conseguem pegar o rumo... Puff! O livro termina.
    Espero ler trilogia p/ saber se isso aconteceu nessas histórias do Draccon *-*
    Resenha mais q espetacular =)

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem colocado, Bruno: Guerra Mundial somente nos livros! E é muito gratificante você ir lendo e descobrir que o final é mesmo bom. E leia logo a trilogia, tu vai gostar!

      Abraços.

      Excluir

Em breve, sua opinião será lida e respondida. Obrigado por comentar no Desbravando Livros!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...