19 de mai de 2016

Resenha: Guerra do Velho - John Scalzi


Título: Guerra do Velho
Original: Old Man's War
Série: Guerra do Velho/Old Man's War #1
Autor: John Scalzi
Páginas: 368
Editora: Aleph (abril de 2016)

Sinopse: A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD - Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar.

O que você faria se tivesse a opção de se alistar no exército aos 75 anos e voltar a ser jovem de novo? É uma ideia no mínimo tentadora, correto? E foi pensando nisso que o protagonista de Guerra do Velho, John Perry, decide se juntar às Forças Coloniais de Defesa (FCD) ao chegar nessa idade.

Uma decisão que a princípio parece fácil, já que você terá um corpo novinho em folha, habilidades aprimoradas, entre tantas outras vantagens, mas tudo isso tem um preço: você será considerado morto na Terra, renegando todos os seus bens e heranças, além de assinar um contrato de (pelo menos) 2 anos com as FCD, que pode ser ampliado para 10 míseros aninhos em caso de guerra com outras raças no espaço. O que não é difícil de acontecer, como podemos notar em poucos capítulos.

Old Man's War, por Donato Giancola

Outra questão muito importante que ronda essa escolha de se juntar ao exército são as próprias Forças Coloniais de Defesa. Ninguém sabe absolutamente NADA sobre elas, o que exatamente fazem, como são tão evoluídas tecnologicamente, enfim, um segredo atrás de outro. Somente estando lá dentro para obter as respostas. Isso se você não for morto por algum alien antes disso.

John Perry perdeu sua esposa há alguns anos e não hesitou em alistar-se, tornando-se assim o protagonista dessa história. As primeiras semanas a bordo de uma nave espacial são bem variadas, começando com a descoberta de como é possível ser jovem novamente e as inúmeras vantagens por trás disso, passando por novas amizades com os Velharias (como eles próprios quiseram se chamar), até o início dos (árduos) treinamentos para ser um verdadeiro soldado das FCD. Tudo isso regado a muito humor em praticamente todas as páginas, o que faz a leitura fluir mais que naturalmente.

“Damn real live people, getting in the way of peaceful ideals.”

Os personagens secundários são parte importante da trama, apesar de ter achado que alguns deles tiveram seus destinos selados de uma maneira muito rápida. Nada que atrapalhe, no entanto.

Quando é chegada a hora de realmente descobrir como é ser um combatente em outros planetas, questões como honra, respeito, e até a dúvida sobre ainda ser humano ou não vêm à tona, evidenciando um cuidado do autor em abordar esses temas da maneira mais realista possível. São pequenas coisas como essa que me atraem para uma obra, e Guerra do Velho está cheio disso!

Engineered human versus a Consu, por Shawn Witt

Os momentos de ação, sempre frenéticos e tensos, combinados com as importantes e intrigantes informações sobre as raças alienígenas presentes no universo, dão uma dinâmica excelente à obra. Algumas dessas raças são extremamente inteligentes, a ponto de desenvolver sistemas de rastreamento inéditos, enquanto outras parecem estar envolvidas em uma espécie de cruzada religiosa sem precedentes enquanto realizam seus ataques às colônias humanas da União Colonial.

Outras realizam rituais meio macabros antes de iniciar as batalhas. Coisa de bicho doido, só pode.

Ao sermos apresentados à personagem Jane Sagan (gravem esse nome), já é possível termos uma amostra do que as Brigadas Fantasma (Ghost Brigades) são capazes de fazer durante uma batalha. O título do 2º livro é justamente esse, então já estou bem ansioso para botar as mãos nele e desbravar ainda mais dessa série. John Scalzi é de fato um daqueles caras que escrevem muito bem.

“I'm going to go pee. If the universe is bigger and stranger than I can imagine, it's best to meet it with an empty bladder.”

Li a versão em inglês desse livro, mas pelo que vi em outras resenhas por aí, a tradução da obra, feita pelo Petê Rissatti, ficou muito boa. Sem contar que essa capa da Aleph é muito bonita!

Guerra do Velho é a melhor leitura de 2016 até aqui. Nem precisava dizer muito mais que isso pra recomendar o livro a vocês, mas para aqueles que estão procurando um protagonista show de bola, guerras espaciais e bons momentos de ação, esse lançamento da Aleph é o que mais promete.

Avaliação:


Guerra do Velho:

Livro 1 - Guerra do Velho
Livro 1.5 - Questions for a Soldier
Livro 2 - The Ghost Brigades
Livro 2.5 - The Sagan Diary
Livro 3 - The Last Colony
Livro 4 - Zoe's Tale
Livro 4.5 - After the Coup
Livro 5 - The Human Division
Livro 6 - The End of All Things

10 comentários:

  1. Quando eu vi o Adriano e o Daniel comentando sobre ele num "Abdução" do ano passado, duvidei que seria taaaão bom quanto eles diziam. Você e muitas outras pessoas já declararam que esse livro é uma das melhores leituras de 2016. Tenho o meu em casa, só esperando a hora de ser lido (que será muito em breve, pode ter certeza). Tô ansioso demais!

    Abraços, Vagner!
    www.bravuraliterariablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não achava que fosse bom, até nem tinha ouvido falar dele antes de vir ao Brasil, mas só lendo pra descobrir essa baita história. Bora desbravar mais um! o/

      Excluir
  2. Boa opinião, Vagner.
    Essa série parece interessante.
    Abraço e boas leituras :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, noticiasdezallar!

      É bem interessante, pode ler que não tem perigo. ;)

      Abraços e bom final de semana!

      Excluir
  3. Respostas
    1. É um dos melhores lançamentos de 2016, Thalita, recomendo bastante! Pode ler que você não vai se arrepender.

      Beijos e bom final de semana!

      Excluir
  4. Oi, Desbravador! Bem-vindo de volta!
    Adorei tua resenha. Sem sombras de dúvidas é um livro que quero ler o quanto antes. Não sabia que me interessaria por essa temática, mas o burburinho em torno da obra está tão grande que não dá pra ignorar...

    Beijos,
    Celly - Me Livrando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom voltar a desbravar! o/

      Eu nem estava com planos de ler Guerra do Velho tão cedo, mas o povão BR recebeu tão bem essa obra que não tive outra escolha. E não me arrependo!! Leia o quanto antes. ;)

      Beijos, até a próxima!

      Excluir
  5. Estava com uma preguiça de ler a versão física, e com pena de pagar o mesmo valor que paguei na física para a digital. Mas baixei a amostra agora no almoço, e gostei tanto do início que não vou conseguir esperar mais para ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei o e-book em inglês e a versão física em português, já que gostei bastante da obra e a edição da Aleph tá muito bonita. Louco pela continuação, que deve sair em 2017! o/

      Excluir

Em breve, sua opinião será lida e respondida. Obrigado por comentar no Desbravando Livros!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...