27 de ago de 2012

Resenha: Os Senhores do Norte - Bernard Cornwell


Título: Os Senhores do Norte
Original: Lords of the North
Série: Crônicas Saxônicas/Saxon Stories #3
Autor: Bernard Cornwell
Páginas: 347
Editora: Record (2007)

Sinopse: Depois de lutar ao lado do rei Alfredo na batalha que assegurou Wessex como único reino independente da Inglaterra, Uhtred decide retornar à Nortúmbria, em busca da irmã de criação. No entanto, o jovem encontra um cenário desolador, uma aterra assolada pelo caos e barbárie. Ele se alia então a Guthred, ex-escravo determinado a se tornar rei da Nortúmbria. Juntos, seguirão até Dunholm, em busca da cabeça do senhor viking Kjartan. 

Os dinamarqueses foram expulsos de Wessex após perderem a Batalha de Ethandun para os homens de Alfredo. Uma vitória magnífica dos saxões que acreditam que foi Deus quem ganhou a batalha, mas todos sabem que Uhtred e seus companheiros fizeram a maior parte do trabalho.

E agora, o que fazer? Uhtred tem uma rixa de sangue com Kjartan, o homem que assassinou Ragnar e sequestrou a sua irmã de criação, e também precisa recuperar Bebbanburg, que está sob comando de seu tio Aelfric.

"... Era o destino que me impelia. O ano era 878, eu tinha 21 anos e acreditava que minhas espadas poderiam me dar o mundo inteiro. Eu era Uhtred de Bebbanburg, o homem que havia matado Ubba Lothbrokson ao lado do mar e que havia derrubado Sven do cavalo branco de sua sela em Ethandun. Era o homem que dera a Alfredo seu reino de volta e o odiava. Por isso iria deixá-lo. Meu caminho era o da espada, e esse caminho me levaria de volta para casa. Eu iria para o norte."

Seguindo o mesmo ritmo da narrativa dos livros anteriores, Bernard Cornwell nos prende a atenção do começo ao fim do livro, pois nunca se sabe o que acontecerá ao virarmos a página e nos depararmos com o que as três fiandeiras estão aprontando com o destino de Uhtred, nosso guerreiro-herói.

"... Talvez eu também fosse como o visgo, só que tinha um dever. Tinha uma rixa de sangue para terminar."

Dessa vez, nosso protagonista terá que viver como escravo após uma traição inesperada e descobrirá que não há nada pior do que levar chicotadas e mais chicotadas e não saber se o sol nascerá para ele no dia seguinte. Como você pode ir imaginando, Uhtred reencontrará amigos (e fará novos) e antigos oponentes, que mudarão o seu destino para sempre.

Nesse 3º livro das Crônicas Saxônicas, temos o embate tão esperado contra Kjartan, o Cruel, agora dono de Dunholm, uma fortaleza considerada inexpugnável até o momento. Com a ajuda de Ragnar, Uhtred terá muitos desafios em seu caminho, mas como ele mesmo diz: "Sou um guerreiro da espada e tenho orgulho disso!".

Pontos fortes: a narração em primeira pessoa. Como eu estou mais ou menos na mesma idade que o personagem Uhtred, parece que sou eu brandindo a espada e abrindo a garganta de meus inimigos!
Pontos fracos: dos três primeiros livros, é o que possui menos partes de ação, que para mim é o que realmente interessa em um romance épico, mas não tira o brilho desse excelente livro.

Avaliação:

Crônicas Saxônicas:

1º livro - O Último Reino
3º livro - Os Senhores do Norte
5º livro - Terra em Chamas
6º livro - Morte dos Reis
7º livro - O Guerreiro Pagão
8º livro - O Trono Vazio
9º livro - Warriors of the Storm
10º livro - Ainda sem nome
...

12 comentários:

  1. Muito boa a história.
    Bernard Cornwell mais uma vez encantando com a sua narrativa crua e direta, assim como o mundo e os personagens que ele descreve.
    Sem contar que é um verdadeira aula de história sobre a formação da Inglaterra como a conhecemos hoje.
    Vale muito a pena ler a série.
    Recomendo também

    http://www.fanaticreader.blogspot.com.br/

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Felipe!
      Eu sou um fanático pela Inglaterra e um dos meus sonhos é conhecer Londres, ainda mais agora que a história do 4º livro se passa lá (no livro, Londres é descrita como Lundene). Essa é uma das melhores séries que eu já li. Com certeza está no meu TOP 3.

      Abração.

      Excluir
  2. Boa noite Vagner,

    Esse livro já esta na minha lista de desejados...parabéns pela resenha e pelo blog...tem resenha nova no blog....passa lá...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelos elogios, Marco. Esse livro é excelente, pode colocar a coleção inteira nos desejados!
      Pode deixar que eu vou passar por lá.

      Grande abraço.

      Excluir
  3. Oi Vagner, adorei sua resenha. Você nos passa a história do livro sem soltar muito spoiler, o que acho muito bom.
    O livro parece ser bem interessante, mas não faz o meu estilo de leitura.
    Um abraço.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelos elogios, Liachristo. Eu tento não passar muito spoiler para não acabar com a imaginação do leitor. Que pena que não faz o seu estilo de leitura, Lia, pois todos os livros das Crônicas Saxônicas são excelentes!

      Um grande abraço.

      Excluir
  4. Olá Vagner, legal sua resenha.
    Mas olha só, eu achei esse terceiro livro o que tem mais ação.

    A impressão que eu tenho é que nos 2 livros ele foi construindo a famosa rixa de sangue e que no terceiro livro vemos essa rixa definitivamente encerrada.
    Para mim até agora foi o melhor dos 3 exatamente por isso. Não teve enrolação, o que tinha que ser feito foi feito.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito gratificante contar com a sua opinião, Sílvio. A rixa de sangue finalmente tem o seu fim e o livro é excelente. Eu achei que o livro teve menos ação do que os outros por causa das batalhas "maiores" ocorridas nos dois primeiros livros.

      Abraços e obrigado por ter comentado!

      Excluir
  5. Olá Vagner, estou acompanhando suas resenhas, e preciso dizer que para mim, esse livro foi tão impressionante quanto os primeiros. A sacada do autor ao escravizar Uhtred foi genial e, apesar de não haver tantas batalhas quanto os anteriores, a narrativa é tão envolvente quanto as demais. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final desse livro mata a pau, FELDON, com toda aquela porrada sangrenta em Dunholm. Ele meio que fecha um "ciclo" na série e introduz novos personagens, como é o caso do Finan. Enfim, leitura obrigatória para os fãs da série!

      Excluir
  6. Olá Vagner
    Gostaria de dizer que estou curtindo muito suas resenhas de Crônicas Saxônicas.
    Acabei de terminar o terceiro volume da série e já estou indo para o quarto volume.
    E eu posso dizer que esse terceiro livro é o melhor dos três, hahahah, achei muito maneiro!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, obrigado pelos elogios, Vitor, que bom que está gostando!

      Esse 3° livro é muito bom, tem bastante coisa acontecendo e finalmente o embate com o fdp do Kjartan. Espero que continue a série, as coisas só melhoram!

      Abraços e até a próxima.

      Excluir

Em breve, sua opinião será lida e respondida. Obrigado por comentar no Desbravando Livros!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...