31 de dez de 2014

Os melhores livros de 2014

Final de ano chegando, 2014 se vai e 2015 está logo ali, pedindo para ser desbravado. Como é de praxe, todo blogueiro que se preze e/ou leitor fanático faz aquela listinha básica dos melhores do ano, e comigo não será diferente. Seguem as cinco melhores leituras desse ano que passou:

5º lugar - O Temor do Sábio por Patrick Rothfuss
Uma fantasia diferente das habituais, agora alcançando um novo nível. A sequência de O Nome do Vento traz novas aventuras para Kvothe e mais pontas soltas são deixadas ao final da leitura, deixando todos os fãs ávidos pelo terceiro e último livro, do qual não temos previsão nenhuma de lançamento. Desbrave a resenha.

4º lugar - Steelheart por Brandon Sanderson
Uma das leituras mais agradáveis e divertidas dos últimos tempos. Heróis com poderes são fáceis de encontrar, mas e vilões? Em Steelheart temos vários deles e David encontra um grupo que é especialista em combatê-los. Dinâmico ao extremo, fica a dica para quem quer começar a ler em inglês também. Desbrave a resenha.

3º lugar - As Mentiras de Locke Lamora por Scott Lynch
Recheados de humor negro e com uma linguagem não muito delicada, Locke Lamora e seus companheiros aprenderam a roubar desde cedo e agora só pensam em dar golpes grandes, capazes de abalar uma cidade. Uma das grandes surpresas no Brasil em 2014, As Mentiras de Locke Lamora e seu autor Scott Lynch vão fincando seu espaço na fantasia e a série promete crescer muito. Desbrave a resenha.

2º lugar - The Way of Kings por Brandon Sanderson
Uma das séries mais épicas que pude desbravar até hoje e ainda está apenas no começo!!! The Way of Kings é o primeiro livro de The Stormlight Archive e o autor Brandon Sanderson conseguiu construir o mundo de Roshar de uma maneira extremamente singular e grandiosa, com personagens bem explorados e batalhas sangrentas pelo domínio das Shattered Plains. Desbrave a resenha.

1º lugar - O Guerreiro Pagão por Bernard Cornwell
Uma obra-prima em termos de batalhas. O autor Bernard Cornwell sabe como ninguém descrever o sufoco de uma parede de escudos e combates singulares, e em O Guerreiro Pagão tudo é feito de forma magistral. Temos Bebbanburg, temos Cnut, temos os padres incomodando a vida de Uhtred, enfim, temos tudo que um romance de ficção histórica precisa. Leitura obrigatória! Desbrave a resenha.

Enfim, esses foram os livros que mais gostei de desbravar em 2014. Foram leituras MUITO BOAS e que fizeram 2014 valer a pena, com certeza, ainda mais por ter conhecido tantas séries diferentes e todas com suas características próprias. Deixo como destaque também o livro Mistborn: O Império Final, do autor Brandon Sanderson, O Aprendiz de Assassino, da autora Robin Hobb, e também a trilogia Legend, da autora Marie Lu, que consegui finalizar. Outros livros não me agradaram TANTO assim, como O Olho do Mundo, O Poder da Espada e também Roubo de Espadas, mas mesmo assim pretendo continuar as séries, principalmente A Roda do Tempo por ser tão bem recomendada pela maioria dos leitores.

Era isso, fica aqui portanto o meu Feliz Ano Novo para todos os desbravadores desse mundo e que 2015 seja repleto de ótimos livros! Obrigado por sempre acompanharem o blog nesse período e continuem desbravando, afinal, o mundo é pequeno para tantos leitores.

12 comentários:

  1. Temor do Sábio só tem a ressalva do episódio F.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um virgem que virou Kid Bengala, para resumir. HSAUHSAUHAS

      Excluir
  2. Oi, Adriano o/
    Cara, que seleção você escolheu, hein? Só tem autor & livros cujo peso valem petróleo, que dirá ouro *.*

    Brandon Sanderson me deixou um pouco pé atrás com MistBorn - acho que fui ler com expectativas muito altas e definitivamente, não consegui aceitar o que ele fez com um dos personagens; ainda não li o Way of Kings, mas entre ele e o SteelHeart, garanto que o segundo me chamou bem mais a atenção ^~

    Aprendiz de Assassino, da Robin, não conseguiu me cativar - li o livro 01 todo, e no livro 02 me torturei até bem mais da metade, quando enfim... muito contra minha prática de ler sempre o livro até o fim, abandonei. Sério, não deu mesmo.

    Quanto à trilogia de Legend, da Marie Lu, até hoje procuro saber porque não gostei... O roteiro tem TUDO o que eu gosto, mas a escrita da Marie me incomodou bastante, foi tudo muito rápido, corrido, sei lá. Me pareceu estar lendo uma versão resumida dos livros, sabe? Enfim, senti que ficou faltando coisas, algo mais ^^

    O Poder das Espadas comecei a ler, mas roubaram meu livro (estava em uma bolsa que me foi roubada), aí deixei para voltar a leitura qdo o trauma tiver passado mais^^; Roubo de Espadas, para mim, foi um livro que começou com um brilhantismo ímpar... para depois ficar numa mesmice só, bem... Tivesse o autor continuado daquela forma, teria ficado um livro espetacular, mas não T__T Gostei bastante dos 2 personagens principais, mas o livro em si não me agradou.

    Bernard e O Guerreiro Pagão, sem comentários. O brilhantismo de Cornwell em escrever livros cujos personagens que entrem em nossa pele, bem como as descrições das situações do dia-a-dia e batalhas por quais estes personagens passam é de arrepiar. A única série dele que não suporto por nada neste mundo é a série O Tigre de Sharpe. É outra que também tem MUITA coisa que curto, mas... não adianta: não desce por nada neste mundo.

    Patrick Rothfuss e O Temor do Sábio. GETEIM...CADÊ O TERCEIRO?!?!?! CADÊ?!?! CADÊÊÊÊÊÊ?!?!?!!?!?!1?
    Peloamordomeucoração... Que Martin e o final de Guerra dos Tronos o quê... Acho que meu nível de desespero para enfim poder ler o fim da saga de Kvothe diz tudo, heheheheheehhe

    Scott Lynch com As Mentiras de Locke Lamora?

    Absolutamente FANTÁSTICO. Tudo... Tudo, no livro - TUDO é ABSOLUTAMENTE FANTÁSTICO.
    Um roteiro TÃO BEM CRIADO, ESCRITO E DESENVOLVIDO, que... putz, FALTAM palavras para falar dele. E quanto aos personagens, então? Nota 1.000 Sério.

    Bom, para mim, em minha lista dos melhores do ano ainda acrescentaria aí sem medo A Canção do Sangue, do Anthony Ryan; Prince of Thorns & King of Thorns (Jorg É a melhor palavra para descrever I.N.S.A.N.O., hoohohhoh) do Mark Lawrence e com toda a certeza, o Ladrão de Crianças, de BROM (outro livro phodástico).

    Ufa, vou terminando por aqui, e torcendo para você não se aborrecer com os meus comentários^^

    Um abração enorme e um 2015 cheio de sucesso para o Desbravando Livros!!!

    Illyana HimuraWakai
    illyana.himura@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você me confundiu com o outro guri, mas sem problemas! hahaha

      Do Brandon eu gostei bastante dos três livros que li dele até agora, mas o melhor de todos sem dúvida é The Way of Kings, apesar de Steelheart ser uma leitura bem rápida e divertida.
      O Aprendiz de Assassino eu até gostei, não é uma obra-prima, mas valeu a leitura, vamos ver o que eu penso do segundo quando pegá-lo para ler.
      Legend eu curti bastante, foi uma leitura pra sair um pouco de fantasia e trocar rapidamente de gênero, então acho que valeu.

      Quanto ao Guerreiro Pagão e As Mentiras de Locke Lamora eu nem tenho o que falar, são ÓTIMOS livros e duas das séries que acompanho com afinco há um bom tempo!

      A Canção do Sangue eu estou lendo nesse exato momento e gostando bastante, então provavelmente estará na lista dos melhores de 2015! hasuhsauhuash

      Abração e passe sempre por aqui com esses comentários gigantes!!! Ah, se todos que passassem pelo blog escrevessem tanto... hahaha

      Excluir
    2. Absolutamente fenomenal a nossa compatibilidade crítica literária Illyana.
      Brandon Sanderson me deixou um pouco pé atrás com MistBorn (também não concordei com aquele desfecho).

      Não comecei a ler Way of Kings e o primeiro livro do Aprendiz de Assassino não conseguiu me cativar.

      As Mentiras de Locke Lamora foi fantástica, não dou um dez para ele por dois motivos:
      1º Na minha opinião o Locke deveria ser mais ativo que passivo na relação amorosa dele. Serio, o calcanhar de aquiles dele é muito evidente.
      2º Na saga Scott faz uma pintura da Sabeta sendo uma Monalisa de da Vinci, sinceramente não vejo NADA demais nessa menina antes acabei odiando-a no final do terceiro livro onde ela foi devidamente nos apresentada.

      Em Prince of Thorns foi me apresentado o melhor anti-herói que já li - fora as HQ's que falam sobre o Coringa -, um livro sanguinário e forte, nos apresentado com diversas polemicas o qual me prendeu do inicio ao fim.

      Anotei para ler nessas férias A Canção do Sangue, Ladrão de Crianças e o do Bernard e O Guerreiro Pagão.

      Saindo da subpasta "melhores livros de 2014" para "melhores livros de todos os tempos", há um top 20 de fácil compartilhamento?

      Apêndice I: O livro Trono de Vidro da Sarah J. Maas foi absolutamente incrível e envolvente, sério, leitura obrigatória.

      Apêndice II: Saindo um pouco da "fantasia", vocês já ouviram falar da Lisbeth Salander?

      Excluir
    3. The Way of Kings é leitura obrigatória para fãs de fantasia épica, pode apostar nesse!

      A Sabeta eu acabo pensando mais nela como uma adversária do que uma amante do Locke, a relação é bem mimimi algumas vezes, então eu tento prestar atenção mais no resto do que nos dois juntos mesmo.

      Leia "A Canção do Sangue" e os do Bernard Cornwell em 2016 mesmo, você irá curtir.

      Sobre os dois que você comentou no final, não cheguei a ouvir falar e acabei nem procurando muito, já que nesse ano tentarei dar sequência às séries que ficaram pelo caminho. hauhahuah

      Abraços e até a próxima!

      Excluir
  3. Dos livros citados, O Temor do Sábio ficou no meu TOP 5 de 2013 (coloquei na lista O Nome do Vento para representar a trilogia toda pois eu não sei de qual mais gosto) e As Mentiras de Locke Lamora no meu TOP 5 de 2014. Steelheart foi para minha lista de leitura para treinar meu inglês, mas provavelmente será uma forma divertida de fazer isso. Quanto aos outros dois, preciso com urgência experimentar algum livro de Bernard Cornwell e The Way of Kings é meu sonho de consumo.

    Abraço!
    Sonhos, Imaginação & Fantasia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram todos ótimos livros, Laís, ainda bem que esse ano de 2014 foi bom para mim/nós!! haha
      Steelheart é bem interessante para começar a ler em inglês, pode apostar nele que o retorno é garantido. Já The Way of Kings é uma fantasia épica demais, quando puder investe um pouquinho de tempo/dinheiro nela.
      Já de Bernard Cornwell eu não preciso nem falar, é o meu autor favorito e as Crônicas Saxônicas são simplesmente demais!!!!

      Abração.

      Excluir
  4. Não li muita fantasia até agora, mas vou aumentar meu conhecimento no gênero. Vagner, me interessei muito por O Guerreiro Pagão. Tenho do autor apenas a trilogia do rei Artur mas ainda não li nenhum livro de Cornwell. Este ano pretendo desbrava- los e passarei minhas impressões por aqui. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia a trilogia do Artur, é sensacional. Nessa você também irá notar que ele não é "rei", mas isso eu deixo pra você descobrir. ASHUSAHUASH

      Abraços e boa semana!

      Excluir
  5. Desses livros, li apenas O Temor do Sábio e As Mentiras de Locke Lamora. Enquanto achei o Temor do Sábio um dos melhores livros que já li, considerei o do Locke Lamora uma das maiores decepções literárias que já tive.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, que pena que não curtiu Locke Lamora, eu gostei demais!

      Mas faz parte dessa vida de leitor... :(

      Excluir

Em breve, sua opinião será lida e respondida. Obrigado por comentar no Desbravando Livros!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...